Loading...

domingo, 25 de março de 2012

Benedito Sant'Anna da Silva Freire

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Benedito Sant'Ana da Silva Freire (Mimoso, distrito do município de Santo Antônio do Leverger, 20 de setembro de 1928Cuiabá, 11 de agosto de 1991) foi um poeta, advogado e professor brasileiro.
Conterrâneo do Marechal Cândido Rondon, Silva Freire foi professor na Faculdade de Direito da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), e ocupou a cadeira nº 38 da Academia Mato-grossense de Letras (AML).
Foi presidente da UNE nos tempos quando a entidade tinha como política a promoção da criação e resgate inteso da identidade multicultural Latino-Americana e comvivência dos estudantes às realidades das favelas, presídios, campo, sertão, floresta, indígenas, sem teto, sem terra, sem dignidade, sem projeto de nação de paíz. Foi preso pela ditadura, sofrendo tolhidad de palavra, algo triste para um poeta. Foi vice-candidato à Prefeitura de Cuiabá com o primeiro Reitor da UFMT. Destacou-se ainda como advogado criminalista, sendo antológicas suas atuações nos tribunais de júri, sempre pautado no vasto conhecimento jurídico e no destacado domínio da oratória.
Sua morte se deu no tempo em que os festivais de estímulo a criação cultural entraram em declínio, com o domínio da Cultura pela Indústria Cultural. Antes de sua morte ainda existiam festivais populares como o FLAMP na UFMT.
Recebeu diversas homenagens, entre elas, a homenagem do Univag Centro Universitário de Várzea Grande, em Mato Grosso, e que deu o nome deste intelectual à sua biblioteca.
Hoje é um poeta esquecido…
Entre suas principais obras
  • Meu Chão;
  • Pássaro Implume;
  • Campus de Universidade;
  • As Redes;
  • Os Meninos de São Benedito;
  • Águas de Visitação;
  • Trilogia Cuiabana, publicada em 1991

Ligações externas

Nenhum comentário:

Postar um comentário